A Bitcoin.com Store agora oferece centenas de cartões de ...

Nueva Lotería y exchange RUTAS A COP llamado: loteriasiempreganas.online

Nueva Lotería y exchange RUTAS A COP llamado: loteriasiempreganas.online
Saludo comunidad rutanio :
Solo 15 minutos de tu parte y tendré el gusto de presentar una estrategia, para monetizar legalmente tus “ RUTAS “ . Es decir cambiar tus RUTAS a pesos colombianos.
Esta estrategia la he denominado : Lotería "Siempre ganas".
Primer Fase: Ensayar un PMV (Producto mínimo viable)
Asumiendo que ya estuviera lista una página web con el siguiente nombre : www.loteriasiempreganas.online y asumiendo que ya se tuviese un vídeo ilustrativo ante un ciudadano del común, algo así como: "Que es y cómo funciona la lotería siempre ganas", entonces fomentaríamos por redes sociales u otros medios la siguiente imagen a mejorar que viene a ser un PMV.

https://preview.redd.it/124qp8kp5hr41.png?width=869&format=png&auto=webp&s=ebda6a9ea830508c6fc23523483bb66a8ed03c5e
Segunda fase: Tener un portal con videos
Supongamos que el mensaje cautivó; Para ese entonces deberíamos tener ya lanzado el video y pagina web para el ciudadano del común cuyo nombre como lo dije antes es:
“Que es y cómo funciona la lotería siempre ganas “. Página web www.loteriasiempreganas.online (Sin hacer todavia. Solo está separado el dominio).
Tras la anterior suposición el ciudadano del común tentado entraría al portal, y además de los datos comunes en las páginas web vería el vídeo principal más o menos con el siguiente guión.
----------- Guion del vídeo “Que es y cómo funciona la lotería “Siempre ganas “? --------------------
(Nota: Es un vídeo para gente que tal vez ni sabe que es un token; Por eso usaré terminología entendible)
Saludo apostador.
Por fin llegó la lotería donde siempre ganas y te preguntarás: Cómo funcionamos?
Bien, nuestra estrategia es: Con lo recaudado en la venta de boletas, compramos y vendemos criptomonedas y token (Es decir una especie de dinero digital) . y lo invertimos en 2 cosas:
La primer inversión:
Unas especies de robot 24 horas diarias trabajando en Internet.
Dichos robots están programados para ganar siempre, y cada viernes el robot entrega las ganancias por azar, a alguno de los micros inversionistas en dicho Robot. Esto es como si se tratara de una lotería tradicional, pero acá el robot está programado para devolver la inversión al micro inversionistas que participaron en dicha lotería.
A este robot lo llamaron Pooltogether y manejarlo es complicado para un ciudadano del común, pero es fácil para los administradores de la Lotería: “Siempre ganas “. Así que tranquilo. Tu solo pagas un boleto y la Lotería “Siempre ganas”, se encarga del resto.
La segunda inversión que hacemos:
Coordinamos un intercambio de valor con profesionales que manejan un token llamado RUTAS de tal forma que el profesional acepte atender por minutos asesorías telefónicas, virtuales y hasta presenciales , a ciudadanos del común a cambio de que ese profesional reciba parte del dinero físico, recaudado con la venta de boletas.
Este Token “RUTAS “ Lo articuló nuestra conocida entidad para la innovación: RUTAN cuyo edificio y sede principal está frente a la universidad de Antioquia.
Actualmente mucho profesional tiene RUTAS en su celular.
Ese token llamado “RUTAS” lo enseñamos a manejar mediante vídeos de youtube a quien compra un boleto de la lotería “Siempre ganas “ de manera que aprendas a almacenar RUTAS en tu celular y aprendas a enviarlas a otro celular también . (Mas info de este token en www.rutanio.com ).
Y ahora viene la pregunta ¿ Para qué enseñamos a manejar los tales “ RUTAS” ?
Y esta es la explicación:
El trato es:
Cuando nos pagas el boleto que vale: $8000, te mandaremos $9.000 en RUTAS a tu whastApp para que lo almacenes en tu celular, te enseñamos como hacerlo y si pierdes la lotería: No tendrás que devolver tus RUTAS.
Así cuando requieras de un profesional, entra al menú de profesionales de loteriasiempreganas.online y escoges el profesional idóneo para tu necesidad, lo llamas y le explicas tu necesidad e intención de pago con RUTAS.
Qué tipo de profesionales tendrás? Médicos, odontólogos, abogados, contadores, y hasta magos. De todo.
Recuerda;: Te vamos a enseñar como enviar tus RUTAS a ese profesional usando tu celular.
Ahora viene una pregunta: Como saber si gané la lotería?
Primero debes adquirir el boleto virtual que consta de:
  1. La fecha en que juega el sorteo
  2. Una serie de números y letras llamados Wallet ( Billetera en español)
  3. Otra serie de números y letras llamada Hash
Cuando nos pagas el boleto virtual nosotros te enviamos los 3 datos anteriores a tu WhasApp o mail. Como lo desees. También te enviamos un el enlace educativo en youtube para aprendas a consultar con el robot de Internet ( llamado pooltogether ) : Si tus 3 datos fueron los ganadores .
Ahora te preguntarás: y si no gané que pasa, pierdo mi dinero?
Noo señor. Te devolvemos el dinero transformado a RUTAS, y antes te damos $1000 más en RUTAS. Es sencillo:
Nunca nos tienes que devolver las RUTAS que te enviamos a tu celular. Quédate con ellas.
Ese fue nuestro trato inicial.
Usa tus RUTAS el día que requieras alguna asesoría profesional.
Nota: Si ganas la lotería, en menos de 3 meses tú debes reclamar tu premio para que no caduque.
No esperes a que necesites un freelance o profesional para comprar la lotería “ Siempre ganas”, ya que con lo poco que cuesta un boleto no creas que vas a tener mucho tiempo a ese profesional en línea. El valor de un boleto da como para que en varios minutos introduzcas al profesional en tus requerimientos y este opine sobre si tiene o no la respuesta a tu necesidad, pero si es una respuesta extensa va a requerir tal vez de más RUTAS para satisfacer tu requerimiento.
Por eso te aconsejo ir comprando semanal u ocasionalmente tu lotería “Siempre ganas “ y a futuro tendrás una de 2 cosas:
La primera:
El premio mayor que puede ser unos 500 dólares ($ 2 millones) o tal vez menos, o tal vez mas de 1000 dólares ($ 4 millones de pesos), Esto según el número de participantes en pooltogether.com. Allí indican el premio.
Ó la segunda
Los suficientes token RUTAS como para contratar un freelence por días.
Más inquietudes señor apostador a nuestro WhatsApp 3162850648 Gracias.
---------------------------------- Fin del vídeo ----------------------------------
Tercer y última fase: Promover unas políticas entre miembros de la comunidad rutanio y la empresa que lidere: www.loteriasiempreganas.online
A groso modo este sería un borrador de dichas políticas:
La empresa que lidere la lotería : “Siempre ganas”, tendrá como misión principal monetizar legalmente las “RUTAS “ y conseguir profesionales todo tipo, que acepten RUTAS.
Esto mediante una fórmula que describo a continuación:
www.rutanio.com + Gestión administrativa de miembros de lotería siempre ganas + www.pooltogether.com = Lotería “Siempre ganas” para cualquier ciudadano del común.
Todos ya saben que es el primer componente de la formula llamado rutanio entonces ahora hablemos del segundo componente de la formula la : Gestión administrativa de miembros de lotería “Siempre ganas”. Esta será dicha gestión:
Con lo recaudado con las ventas de boletos virtuales de la “Lotería siempre ganas”, se debe recaudar para conseguir el máximo número de profesionales todo tipo que acepten “RUTAS” incluyendo Médicos, Odontólogos, abogados, y hasta magos que conozcan o nó que es Rutanio.
A esta población se le debe hacer una campaña educativa, para incluirlos en el menú de profesionales de lotería “Siempre ganas” (Importante: Serian unos profesionales que también a su vez podrían ingresar a la comunidad rutanio para usar su marketplace y demás. )
Bien lectores. Ya van entendiendo mejor la cosa, pero viene la pregunta del millón:
Y como se respalda el premio mayor? La respuesta es:
Pooltogether.com
Poolthogether.com que es una plataforma tipo contrato inteligente sobre la red de ethereum que trabaja 24 hr diarias, generando intereses sobre lo que depositan en una criptomoneda llamada DAI.
Ver vídeos de pooltogethrer en: www.youtube.com/watch?v=W5QfMKgdIiA&t=328s

Titular: ¡GANA LA LOTERÍA! DEFI ECONOMÍA DESCENTRALIZADA

Con todos los participantes de la rifa lo que realmente entrega pooltogether al ganador, son los intereses fruto de los negocios como préstamos a particulares y más que hacen con todas las criptomonedas recogidas.
Pooltogether cada viernes aleatoriamente selecciona un ganador.
La lotería: “Siempre ganas” debe recibir parte del dinero de las boletas para pasarlo a la stablecoin DAI y lo apuesta sin perdidas en pooltogether.
De tal manera que cuando pooltogether premia por azar a los de la lotería: “Siempre ganas” , ese premio se transfiere al dueño del boleto de la lotería; “Siempre ganas” que tenía el Hash, la wallet y la fecha coincidente con los datos del ganador de pooltogether.
Pero si la entidad que lidere la empresa “Siempre ganas” no ganó en Pooltogether, entonces dicha entidad reclama sus DAI a pooltogether; Luego los pasa a Bitcoin y luego por asuntos de regulación los tramita a cambio a fiat por ejemplo a través de: www.manticorax.com/comercios/ .
Manticorax es una de las empresas de Medellín ubicada en el centro comercial monterrey que ya dispone de esta llamémoslo así: Plataforma de regulación en Bitcoin. Aunque dicha transformación no exime de una contabilidad formal.
Con lo anterior se vuelve a tener entonces el dinero de los boletos en COP y por ende se les pagará en pesos colombianos a los profesionales que depositaron parte de sus RUTAS en calidad de consignación ante los administradores de la “lotería siempre ganas”.
Esto de entregar en consignación se refiere a que el profesional nos deja algunas RUTAS para respaldar la venta de un (os) boleto (s) . Si se vende el, o los boleto ( s ), al final del proceso se transfiere un % del valor del boleto al profesional. El % restante es obviamente es para la empresa que lidere la lotería "Siempre ganas “. Ella debe cobrar una comisión por el canje en efectivo al profesional poseedor inicial de las RUTAS.
Pero si no se vende el boleto se devuelven RUTAS al profesional deduciéndole un % de gastos administrativos.
La lotería "Siempre ganas” gestiona un acuerdo con el profesional para que a cambio de recibirle sus RUTAS en consignación y vender el boleto; La lotería “Siempre ganas”, le entrega parte del dinero recaudado en la rifa a dicho profesional con un acuerdo escrito en que dicho profesional debe recibir bajo agenda vía whatsApp: llamadas ciudadanas contadas por minutos, para otorgar asesorías profesionales.
Se puede implementar tecnología para este último control.
También aplica el caso, para asesorías virtuales y hasta presenciales cuando el apostador sea cliente fiel de la: Lotería “Siempre ganas”.
Todo lo anterior se puede entender más fácil con números concretos así:
Como son las cuentas?:
Supongamos que el boleto salió al mercado por $8.000; Entonces se tiene:
De los 8.000 que pagó el comprador del boleto: $6.000 deben separarse para pagar al propietario de Token RUTAS que entregó sus RUTAS como un "acuerdo en consignación" ante el personal de la: “lotería siempre ganas”. Pero importante:
Los $6000 se entregan es al culminar el sorteo. Porque con esos $6000 se compran los DAI para apostarlos en pooltogether.com y si se perdió el sorteo, Pooltogether reembolsa los DAI a la lotería . Y de ahí la lotería "Siempre ganas" pasa los DAI a dinero a Fiat, para darlo al profesional. Esto como se explico antes , es a través del enlace de manticora, u otras opciones ya existentes.
El "acuerdo en consignación" de entrega de RUTAS con la Lotería “Siempre ganas “, debe mencionar algo como:
Señores Lotería "Siempre ganas" : Con el Hash tal, les dejo estos $8000 para que amparen la venta de un boleto. Soy consciente de que si logran vender el boleto, recibiré $6000 en pesos colombianos; Pero si no lo logran vender, acepto la devolución de mis RUTAS menos $1000 en RUTAS de gastos de administrativos. Es decir me retornan $7000 en RUTAS y todo queda libre de más obligaciones.
Pero viene una pregunta:
Y quien paga los $1000 en RUTAS que se dan a cada ciudadano que compró el boleto?
Sencillo.
Al apostador se cobran:
$6000 como valor bruto del boleto
+ $1000 como una especie feed o comisión por cambiarle esos $6.000 COP a RUTAS
+ $1000 por concepto de costos fijos por administrativos, legales y de regulación, para la devolución futura del valor del boleto. Esto en caso de que pierda el sorteo ( Es decir: Se hace la devolución de su dinero, pero en RUTAS ).
Es decir: Entran $8000, a la caja de la entidad que lidere la Lotería “Siempre ganas” pero se le prometió al apostador que se les otorgaría $1000 en RUTAS.
Entonces la lotería recibe $8000 en caja, y debe firmar una especie de letra de cambio con el profesional que entrega sus RUTAS para opción de cambio a COP .
La letra de cambio tendrá una clausura mencionando que en caso de que no se venda el boleto, el tenedor de RUTAS acepta una deducción de $1000 en RUTAS por concepto de gastos administrativos de la lotería.
Entonces si se pierde el sorteo: Estos $1000 en RUTAS, ya los debe haber tenido el apostador al momento de pagar su boleto. En este caso al profesional, se le retornan los $7.000 en RUTAS y se le pide la letra de cambio, para destruirla físicamente o digitalmente.
Esta es la respuesta a "De donde salen los $1000" .
Esto es como se dice coloquialmente una "Pela" que nos damos tanto el profesional que presta sus RUTAS , como la empresa que lidere la Lotería "Siempre ganas ", por entrar al mercado potencial de un exchange.
El profesional con RUTAS paga gastos administrativos de $1000 en RUTAS, y la lotería "Siempre ganas los recoge y los envía como carnada de compra al apostador. Finalmente la lotería "Siempre ganas" no gana nada en ese subproceso, pero si entra ganando en otros procesos si cautiva al mercado con su eslogan atractivo que puede ser_
Única lotería donde la gente realmente; "Siempre gana" .
Cuando se vende un boleto al profesional se le entregan o envían sus $6000 colombianos y se le pide que retorne la letra de cambio física o digital, para proceder a destruirla física o digitalmente, de modo que cesen las obligaciones de parte y parte. Con la única salvedad que ese profesional, este vigente en el menú de profesionales que aceptan RUTAS para futuras consultas de los ciudadanos.
Finalmente a la caja de la lotería “Siempre ganas” le quedan $1000 de ganancias en c/u de los boletos vendidos y sus respectivos cobros de gestión.
Estas prácticas son legales y vendrían escritas en los términos y condiciones de la compra del boleto virtual.
Acá la lotería “Siempre ganas”, viene a actuar como una especie Exchange y además esto sería como colocar en el pueblo colombiano: El termino RUTAS de manera masificada.
Fácil verdad? Crear el apetecido exchange de rutanio a COP, era mas fácil de lo que se pensaba.
Tal vez sea confuso al principio, pero se puede crear un vídeo explicativo más adelante.
Nota: Las anteriores cifras son un más o menos, que está sujeto a revisión, ajuste y formalización de acuerdo a las partes implicadas en el asunto.
Así ninguno de nosotros pierde. Los RUTA poseedores tienen: Dinero tangible en su celular, los apostantes: Su premio mayor, ó asesorías pagadas con RUTAS que tienen en su celular y yo ; Juan Usuga quien les escribe:
Una forma legal, de liderar el primer exchange de RUTAS a COP. Además tentativamente la empresa Manticorax para la cual he prestado servicios Freelance; tendría más flujo en su plataforma.
Una forma ciudadana de promocionar empresarialmente lo que indirectamente ofrece la lotería “Siempre ganas “, es como si se tratara de un servicio de contrato de freelance con pago anticipado, pero con un valor añadido: Otorga sorteos semanales de la lotería "Siempre ganas".
La anterior propuesta agiliza el paso de RUTAS a dinero real y todo de acuerdo a políticas de estado porque acá todo es transparente.
Incluso se puede usar un contrato o inteligente de verificación y además: Ya hay una SAS y dominio disponible para la lotería “Siempre ganas” si crece esta iniciativa; El dominio solo está separado sin hosting y por eso si entran en el, sale aviso de “ No se puede entrar a esta página “ ; Poco a poco se estará mejorando.
Nota: Se puede coordinar el futuro enlace www.manticorax.com/comercios/evoluciondash ú similar, para regular la empresa que lidere dicha: Lotería “Siempre ganas”. Ya que evolución Dash es una SAS legal que esta abierta a liderar esta propuesta, si se le adhieren seguidores.
Es importante resaltar que la presente propuesta está también dirigida a todos los poseedores de RUTAS con ó sin capital. Esto es de sumar aliados, visionarios, mini inversionistas “RUTA poseedores”, y tal vez inversionistas ángeles .
Si desean unirse, aliarse y saber más: Acá les dejo mis datos:
WhatsApp: 3162850648 Juan Usuga ; También pueden llamar y les daré la información y atención a dudas.
Cualquier alianza es el momento de hablar. No llegues tarde cuando otros ya hayan tomado la iniciativa y el control.
Pueden unirse personas que deseen hacer e marketing ; Adelantar la pagina web Etc. Etc.. Todo le será compensado al vender los primeros boletos.
O quizás logremos hacer una especie de “Vaca blockchain ” para impulsar el proyecto, una cuota fija, o lo que se les ocurra Etc. Pueden dejar sus comentarios en este Reddit preferiblemente, o enviármelos por WhastApp cuando se trata de temas mas privados.
Así que quienes deseen sacar adelante el proyecto me avisan, para ver como lo ejecutamos a ratos, o tiempo completo si el proyecto encuentra apoyo.
Gracias por leer.
submitted by Juanusuga to u/Juanusuga [link] [comments]

Los 2 mejores ICOs en la historia

Si odiabas la clase de historia en la escuela, debes reconsiderar eso seriamente. Estudiar las ICOs exitosas (y no tan exitosas) del pasado te puede enseñar en qué vale la pena invertir. Así que si quieres ganar dinero con ICOs, mejor ponte las gafas y toma el consejo de la experiencia.

1.

NXT (1,477,000 por ciento de retorno de la inversión)

El proyecto NXT es uno de los proyectos Blockchain más antiguos del mercado en la actualidad. NXT fue lanzado en noviembre de 2013 por un desarrollador anónimo llamado BCNext, en un momento en que el espacio Blockchain todavía estaba en una etapa muy temprana y era en gran parte desconocido para el público en general.
El proyecto NXT realizó una oferta inicial de monedas en el foro de BitcoinTalk en septiembre de 2013, donde logró recaudar alrededor de $16,800 en Bitcoins para desarrollar su nueva plataforma de cadena de bloques de código abierto que utiliza el mecanismo de consenso de prueba de su moneda digital nativa, también llamada NXT.
NXT fue construida como una plataforma de Blockchain para aplicaciones y servicios financieros. Tiene su propio intercambio de activos, un sistema de mensajería y un mercado, y permite a cualquier persona, como las pequeñas empresas, las empresas y los bancos, desarrollar sus propias aplicaciones Blockchain.
En el momento de escribir esto, el valor de NXT es de $0,249 por moneda. Durante la oferta inicial de monedas en septiembre de 2013, se vendió una moneda NXT por $0.0000168. Eso significa que NXT ha generado un retorno de la inversión para sus primeros inversores de más de 1,477,000 por ciento, por lo que es la moneda ICO más rentable de todos los tiempos a precios de mercado actuales.

Por qué esto funcionó

NXT fue una de las primeras plataformas de Blockchain como servicio, ha logrado construir una sólida comunidad de desarrolladores dedicados, y ha resistido la prueba del tiempo, ya que sigue siendo uno de los proyectos Blockchain más activos hoy en día. A la luz del creciente interés por las aplicaciones de Blockchain, NXT está bien posicionado, lo que se refleja en el precio de su moneda digital.

Lecciones aprendidas


1.

IOTA (332,500% de retorno por inversión)

El token de IOTA es la única moneda digital importante que no utiliza una cadena de bloques completa para realizar transacciones. En cambio, IOTA usa lo que se denomina enredo, que resuelve la escalabilidad y los problemas de tasas de transacción que enfrentan las monedas digitales, como Bitcoin, al requerir que la persona que envía los fondos realice una verificación al mismo tiempo que envía los fondos.
Esto descentraliza por completo todo el libro de contabilidad utilizado para registrar las transacciones de IOTA y crea un sistema de transacción de tarifa cero, ya que no se deben pagar tarifas a los participantes en la red para verificar las transacciones.
IOTA celebró su oferta inicial de monedas en noviembre y diciembre de 2015 y logró recaudar más de $400.000. Durante la crowdsale, los tokens de IOTA se vendieron por menos de $0.001 y los mil millones de tokens de IOTA se vendieron durante la ICO.
La señal IOTA (MIOTA) comenzó a cotizar públicamente en bolsas más de un año y medio después, el 13 de junio de 2017, a un precio de $0,63. En el momento de escribir este artículo, el valor de un token de IOTA se mantuvo en $1.43, lo que representa un retorno de la inversión de más del 330,000 por ciento desde la oferta inicial de monedas en 2015.

Por qué esto funcionó

IOTA está desarrollando su propia criptografía y está llevando las criptomonedas al siguiente nivel al permitir transacciones de divisas digitales sin cero sin la necesidad de una cadena de bloques real. Esto alivia muchos de los problemas de escalado que enfrentan las monedas digitales basadas en Blockchain y, por lo tanto, permite el uso de su moneda digital en una escala mucho mayor. Por lo tanto, podría ser utilizado para redes IoT, que es el objetivo del proyecto.

Lecciones aprendidas

Descargo de responsabilidad EspacioBit/EspacioBit Disclaimer: EspacioBit informa que no está afiliado en modo alguno con la o las empresas mencionadas en este artículo, en consecuencia, EspacioBit no es responsable ni de sus productos y/o servicios presentes o futuros. EspacioBit invita a los lectores deben hacer su propia investigación antes de tomar las acciones relacionadas con la empresa, por lo tanto EspacioBit, no se hace responsable, directa o indirectamente, por cualquier daño o pérdida causada o supuestamente causada por o en relación con el uso del servicio aquí señalado. Queda entendido expresamente, que este comunicado de prensa es sólo para fines informativos únicamente.

La entrada Los 2 mejores ICOs en la historia se publicó primero en EspacioBit.
from EspacioBit https://ift.tt/2MCl14p
submitted by EspacioBit to espanol [link] [comments]

Plano de Negócios EXL Capital 11.12.2017 (Revisão será em 01.06.2018)

A EXL capital surgiu no intuito de aproveitar um dado momento do mercado financeiro brasileiro. Especificamente uma análise minha (Erik Rodrigues) sobre uma possível (na época, 2016) valorização das ações da Petrobras. Nada mais foi que reunir amigos da empresa, explicar minhas ideias e juntos acompanharmos o desenvolvimento do mercado em opções. Alguns gostaram do modelo e levaram mais a sério e nos próximos meses continuamos desenvolvendo o projeto. De outro lado, tenho um projeto particular a 2 anos, uma rede de notícias e informações sobre política, economia e filosofia. Unimos as ideias e os projetos em um só e começamos a criar material intelectual próprio de analise econômicas e politicas afim de ajudar o grupo em seus investimentos no longo de 2016 e 2017 e assim, desenvolver riquezas. Moldamos estruturas de demonstrações dos resultados obtidos, gestão de risco com diversificação da alocação de capital e todo o conteúdo informativo desta ordem com divisão de tarefas. Ou seja, lapidamos o projeto com o intuito deste se tornar no futuro, um Clube de investimento / Consultoria financeira. Contudo, a grande dificuldade neste sentido é lidar com a grande burocracia envolvida e possuir os valores mínimos para operarmos em uma conta conjunta naquilo que gostariamos. O EXL Ether Project nasce de uma visão conjunta de Warren Buffet (pensamento de investimentos longos) e o pensamento de Nicholas Taleb. Ou seja, acreditamos que o mercado cripto possui grande valor e por este motivo, nosso objetivo é acumular o máximo de capital possível em projetos que envolvam a tecnologia de todas as maneiras viáveis, difundir conhecimento sobre a área e criar uma rede de informações e consultoria.
Mas afinal, qual é o atrativo neste Plano de negócios? http://www.mises.org.bArticle.aspx?id=311 N. do T.: Talvez o aspecto mais crucial de qualquer sistema econômico seja o seu sistema bancário. Entretanto, essa é uma área sobre a qual pouquíssimas pessoas entendem. Muitos, aliás, sequer conhecem seu funcionamento mais básico. Poderia tecer aqui, muitas considerações sobre o atual sistema monetário (ocidental, sobretudo), contar a longa caminhada que levou a moeda clássica de troca, em forma de commodities como ouro e prata, ao necessitar da credibilidade do intermediário: Estado, Reis, Bancos. A perder seu valor, sua estrutura, até se transformar no atual papel moeda que não possui valor intrínseco nenhum fora ser lastreado em divida. Para isto, e até para ficar mais ilustrativo, peço que o investidor assista este vídeo, os detalhes técnicos, eu mesmo conferi e aquilo representado no vídeo, é a pura realidade. https://www.youtube.com/watch?v=bltL7zRXhhs Após aprofundar meus estudos na tecnologia Blockchain, encontrei no Bitcoin e demais Altcoins, a solução tecnologia fundamental a todas as problemáticas presentes em nosso atual sistema econômico, creio com convicção que estamos diante de um momento único e que os próximos 10 anos irão mudar profundamente nossa noção do que é o dinheiro, inteligência artificial, internet das coisas e automação. https://www.youtube.com/watch?v=UL1RYIQ8WkM&t=1s Mas o que leva a EXL a pensar que o Bitcoin não é uma bolha e que seu valor, porquanto do mercado de criptomoedas está inflado? Da forma mais simples possível, por que o criptodinheiro trás de volta a estrutura de moeda básica como commoditie, a escassez e o valor agregado. A mineração, o processo em si, é o que torna o criptodinheiro algo com valor agregado, a criptografia, anonimato, scripts como o do Bitcoin que limita a oferta e a criação de mais criptodinheiro, lastreia seu valor. À medida que o mercado aumenta no sentido de abrangência de utilização (demanda e capitalização) e ele é minúsculo ainda em 2017, os preços correlacionam este valor com o valor do ativo já que existe valor agregado. Ou seja, quanto mais gente usando, maior o valor das criptomoedas, existe um processo de deflação na tecnologia blockchain que nunca antes foi visto, por isto a dificuldade dos banqueiros em aceitar que criptomoedas não estejam ligadas a dividas, corroídas por juros e emissão de mais papéis para fazer valer o papel atual que neste processo, por natureza, se desvaloriza ainda mais. Traduzindo, a EXL irá ao longo de pelo menos 5 anos, estruturar seus negócios em todas as pontas possíveis, gerando 24/7, criptomoedas, além de comprar a moeda em si nos melhores pontos gráficos possíveis, em 5 anos, com o próprio processo deflacionário, mais a possibilidade de um cisne negro (E arrisco ser uma guerra ou uma grande depressão econômica em virtude da divida americana ou chinesa) teremos uma poupança acumulada muito robusta.
Ações corretivas e preventivas 1) Diversificação de armazenamento das receitas. Através da diversificação das carteiras de acordo com o tipo de criptomoeda mais o acompanhamento continuo do CEO em relação a segurança das carteiras, valor de taxas e demais problemáticas que possam causar prejuízos ou transtornos a EXL, além do acompanhamento e auditoria continua do CFO, estaremos sempre preparados para eventualidades e mesmo em um caso de catástrofe como roubo, violação de segurança, perda de dados ou afins, teremos sempre o patrimônio bem dividido seja no sentido de backup, seja no sentido de segurança como um todo. Também estamos analisando a aquisição de hardware para armazenamento em uma carteira física. 2) Diversificação e transferência constante dos resultados de mineradoras e pools para carteiras. Através do acompanhamento constante do operacional sobre os resultados, além da diversificação dos valores investidos, gerenciamos o risco no sentido de não ficar dependentes de apenas uma empresa, uma moeda ou um projeto, com investimentos centralizados. Além de periodicamente resgatar os resultados do garimpo, o que nos assegura sobre a ocorrência de alguma catástrofe que envolva empresas parceiras. 3) Como atuaremos em diversas pontas (Mineração Site, Mineração em cloud, Mineração Física, Faucets, Aquisição de moedas e todas as demais maneiras possíveis para acumulo de capital), mitigamos a ocorrência da desvalorização dos equipamentos físicos em relação ao seu poder de mineração ou mesmo uma ocorrência de desastre em relação a mineradoras em cloud. Ou seja, através da diversificação das formas de faturamento, teremos certa redundância, o que fornece um nível maior de segurança em relação a formas de obtenção de rendimentos. 4) Através da aquisição das criptomoedas em pontos estratégicos, como forma de diversificação a mineração ou outras formas de arrecadar capital, também estaremos no longo prazo, nos expondo de forma mais eficiente, não dependendo apenas dos resultados a longo prazo de garimpo, em casos de valorização a curto prazo, a EXL também estará estrategicamente exposta a obtenção de lucros 5) Efetuamos cadastros e testes em diversas Exchanges. Selecionamos as mais confiáveis, que oferecem os melhores recursos e que são mais tradicionais. A partir daí, temos em primeiro lugar uma redundância, não estando dependentes de uma instituição financeira específica e podemos também diversificar o câmbio no sentido de aproveitar as melhores oportunidades de variação do mercado e obter melhores custos em taxas. 6) A auditoria será feita de forma independente. No sentido de que aqueles diretamente ligados à área operacional no negócio, estão constantemente sendo acompanhados por um terceiro que foi selecionado com base em sua expertise técnica, responsabilidade e nível de confiança em relação ao grupo, ou seja, o auditor é alguém de extrema confiança de todos os membros da equipe gestora do projeto. Aqueles que estejam a frente do operacional, do financeiro ou mesmo da gestão do negócio, são policiados afim de evitar ocorrências de imprudência ou imperícia. 7) Em relação ao backup de códigos, chaves, senhas ou mesmo de dados e informações confidenciais, iremos armazenar um backup constante destas informações em um local em nuvem, onde o CEO, CFO e Auditor terão acesso compartilhado as informações, em um caso de roubo de equipamento, problema técnico, ou ocorrência onde um dos dois não estiver disponível para efetuar uma determinada função que exija estas informações, teremos redundância. 8) O mesmo ocorre com a divisão das tarefas. Desenvolvemos o projeto com um escopo de operação que não centraliza funções. Com isto, além da segurança em relação a não centralização dos dados, podemos dimensionar melhor o tempo utilizado para exercer as tarefas que envolvem o projeto e utilizar a expertise de cada um da melhor maneira possível. 9) O gerenciamento financeiro e administrativo foi desenvolvido de maneira a nos fornecer uma visão em tempo real de todas as camadas do negócio, com isto, além de evitarmos erros, criarmos rotinas de acompanhamento e policiamento dos negócios - de uma forma extremamente criteriosa - as tarefas são descentralizadas, portanto, cada um possui funções e responsabilidades independentes. Todos os possuidores de tokens também podem acessar os dados, relatórios e também temos o auditor dedicado a efetuar o acompanhamento constante daquilo que é operacionalizado. 10) Com o intuito de constantemente melhorarmos as diretrizes do projeto, fica acertado que de cada 6 meses, haverá uma revisão de todo o modelo de negócios.
Forças* Pontos fortes As Forças são elementos internos à empresa, sob o controle da equipe envolvida e que trazem algum tipo de benefício ou vantagem para o negócio. Um ponto importante em relação as nossas ”Forças” é a disponibilidade de capital. Hoje já temos em posse da EXL um capital considerável em um projeto estável e bem fundamentado, à medida que o Ether Project for se consolidando, teremos a oportunidade de iniciar um empreendimento sem digamos: utilizar o “dinheiro do leite”. A maior parte dos investidores da EXL Capital e por consequência, deste projeto, são pessoas que nutrem um laço de verdadeira e extensa amizade. A maioria se conhece a mais de dez anos, anos estes em que pudemos analisar o caráter de cada um. O perfil de cada um. O que cada um tem de melhor e pior, a junção destas habilidades e competências, acrescida a credibilidade dos membros do grupo, nos deixa em posição de destaque em relação a outros projetos empreendedores. Isto por que temos a oportunidade de negócio, uma boa equipe gestora, investidores de confiança, um capital considerável já em posse e a expertise necessária para desenvolvermos as atividades. Concluindo, um ponto muito importante a ser destacado é a facilidade de operacionalizar o projeto. Definida a estrutura inicial e tendo o escopo detalhado das rotinas, a manutenção do negócio é extremamente simples. Com isto, a equipe gestora não terá que disponibilizar mais do que algumas horas diárias para desenvolver as atividades do projeto. Fora o fato de que com a divisão das tarefas, existe uma facilidade agregada à rotina de cada um, além da transparência aos investidores e redundância na guarda de informações de acesso como senhas e backups.
Oportunidades* Pontos fortes Oportunidades são eventos externos à empresa, aos quais os membros não tem controle direto, e que podem afetar positivamente no negócio. Acredito que o primeiro grande ponto de oportunidade de nosso negócio é o fato do sistema monetário atual ser uma grande fraude. (Exemplo: https://www.youtube.com/watch?v=1QKxG_L_mag) O atual sistema de reserva fracionária (Como é feito o dinheiro atualmente) é literalmente uma máquina de imprimir dinheiro sem valor, lastreado em dívida (Sobre o dólar e o padrão ouro: https://www.youtube.com/watch?v=f-61SlUCamo), sem valor intrínseco. Um bom exemplo são os trilhões de reais injetados na economia brasileira desde 2003. (Intermediário de troca, medida de valor, reserva de valor, instrumento de poder liberatório, padrão de pagamentos e instrumento de poder) em relação às "moedas Reais ", além de ser um grande esquema de pirâmide financeira para ser extremamente claro (Sobre o Real: https://www.youtube.com/watch?v=kdTd9wReDM0 / Sobre juros e dinheiro: https://www.youtube. com / watch? v = yZsNukdj_iY). Hoje há um sistema monetário muito mais efetivo e real, com valor intrínseco, descritivo, com alto nível de segurança e que é basicamente, o nosso ramo de negócios. Podemos apontar também, como um ponto fundamental de oportunidade em nosso negócio, a blockchain como um todo. A blockchain é uma tecnologia de banco de dados que é base de praticamente todas as criptomoedas. É com toda certeza a principal característica e diferencial do mercado Cripto. Inclusive, é justamente a validação de um registro na blockchain o que chamamos de mineração, o nosso nicho de mercado. Está tecnologia é revolucionária por que tira a necessidade de um poder centralizador em validar quaisquer tipos de informação. Existe uma gama enorme de possibilidades neste sentido, desde um cartório descentralizado, sem a necessidade de um governo para averiguar a veracidade de uma determinada informação ou documento, até mesmo o desenvolvimento de tecnologia de inteligência artificial, por exemplo, em um Smartcontract em rede Ethereum. Em 2017 o mercado Cripto, se aproveitando da blockchain, já iniciou uma gama enorme de negócios que no futuro, substituirão muitas das aplicações que usamos hoje. Muitos dos negócios e corporações que existem atualmente simplesmente serão esmagados pela blockchain, pelo simples fato de que ela é incorruptível, inviolável e lapidável a todo o tipo de ramo de negócios. E é justamente o fato da EXL Capital t iniciar suas operações ainda em 2017 (Setembro de 2017) que nos coloca na frente em relação ao atual desenvolvimento do mercado Cripto. Hoje, temos a oportunidade de iniciar nossas operações ainda, digamos, no início da revolução cripto. Ainda existem ativos extremamente “baratos” em relação ao seu valor “possível” diante de análises internas (CEO) e análises externas (Grandes investidores, Fundos Hedge, Analistas técnicos e demais pessoas e instituições de renome e credibilidade técnica como a escola austríaca de economia), além disto, poderemos navegar por um vasto campo de possibilidades em relação a investimentos em projetos do mundo Cripto que estão ainda no papel ou mesmo no início de suas atividades. Ainda como ponto crítico em relação à oportunidade de negócios, estamos de fato em um momento único na história do mundo. O ponto do ápice dos projetos sociais como: estado de bem estar social e capitalismo de estado. Não só no mundo, mas também no Brasil, sim, mesmo nos EUA é o que vem acontecendo. Isto fruto de muitos anos de má gestão, corrupção (de todos os lados) e ignorância popular. De um lado tivemos diversos governos que administraram muito mal as contas públicas, roubaram bilhões de reais dos cofres, inflaram os impostos, instalou-se um sistema de capitalismo de estado, uma espécie de socialismo disfarçado. Promovendo com isto, um rombo fiscal nunca antes visto. O capitalismo corporativo que se aproveita deste cenário enriquecendo grupos específicos, alimentou este processo ainda mais através de bancos e lobistas por exemplo. Do outro lado, a população ignorante a situação econômica do país, prefere demagogia a reformas, assistencialismo a mercado livre, xingamentos e linchamentos a raciocínio lógico e ideias. O estado para se manter, vive do populismo que alimenta a corrupção do estado. Resultado? Uma bolha na dívida pública que está prestes a estourar. Entre 2019 a 2025 o Brasil vai falir. (Mais dados e gráficos sobre o assunto: https://www.youtube.com/watch?v=Gtsj8ZpzkJ0) E não, o sistema político não vai resolver isto, simplesmente por que ele acha que isto é bom para ele. Em meio a estes anos, em algum momento, o Brasil não conseguirá mais honrar suas contas públicas já que elas irão superar as receitas completamente, absurdamente. Ou seja, vai faltar dinheiro para pagar serviços básicos como saúde, educação e saneamento. Assim como programas sociais, bolsas estudantis e funcionalismo público. Mesmo havendo cortes severos e abertura de mercado extrema, o que não vai acontecer, a situação é irreversível. Ou seja, matematicamente é impossível evitar o colapso das contas públicas Brasileiras. E pior, havendo um calote, é importante saber que grande parte dos credores de dívidas, são empresas nacionais e fundos de pensão, além de automaticamente isto gerar uma enorme desaceleração econômica (Inflação, Desemprego, paralisia de obras e investimentos), o que cria um efeito dominó, ou seja, quem sofre com isto é a própria população e não “o grande capital estrangeiro”, não que ele não vá sofrer, mas não há como ser indiferente a isto por que simplesmente afeta a vida de todos. Mas calma que está é uma análise otimista. São números contando que o mundo continuará neste mesmo ritmo econômico, China crescendo, EUA em quase pleno emprego e assim por diante. E claro, não é isto que vai acontecer. Hoje a dívida chinesa alcança inacreditáveis 235 % do PIB (A enorme dívida da China está num caminho "perigoso", ampliando o risco de uma grande desaceleração do crescimento econômico, alertou o Fundo Monetário Internacional) o que gera problemas estruturais como a bolha de crédito atual, as cidades fantasmas e a questão dos juros sobre a dívida, que vem aumentando, por exemplo. Isto sem citar os problemas geopolíticos. Um conflito de escala mundial envolvendo a China (e vamos falar disto) ou uma desaceleração de sua economia acentuada, pode comprometer seriamente os negócios brasileiros dado o fato que o Brasil já é, e se torna cada dia mais, dependente comercialmente da China (Economia chinesa: https://www.youtube.com/watch?v=Mkopr3gDweg). Agora sobre os EUA, temos algo ainda mais interessante acontecendo. Voltemos ao ano de 2008 quando aconteceu a maior crise econômica de nossa história, você saberia me explicar o que aconteceu? Não? Eu explico. O que aconteceu foi que os EUA durante o período dos anos 2000 reduziu sua taxa de juros para números baixíssimos com o intuito de estimular a economia, crédito elevado, por exemplo, para realizar o American Dream (https://www.youtube.com/watch?v=ZyLzFSmbDVk). E foi justamente no mercado imobiliário que o keynesianismo (teoria econômica do começo do século XX, baseada nas ideias do economista inglês John Maynard Keines, que defendia a ação do estado na economia com o objetivo de atingir o pleno emprego) foi testado ao máximo. Só para vocês terem uma ideia, era possível sem muita comprovação de renda ou documentação, conseguir crédito para comprar diversas casas muito bem em muitas parcelas. O Resultado? As pessoas compravam casas e depois alugavam estas casas para outras pessoas, que alugavam para outras. Tinha até cachorro como locador de várias casas. Tudo parcelado em suaves prestações em juros compostos, expostas as variantes do mercado. Os corretores? Felizes e esbanjando as fartas comissões, facilitando o crédito o máximo possível. E os bancos? Vendendo em um sistema de alavancagem global, seguros atrelados à dívida pública (como se diz em Wall Street: Muito bom). Afinal, quem vai deixar de pagar a hipoteca? Um belo dia os juros chegaram, as pessoas ficaram sem emprego, o que expôs todo o sistema fraudulento e a bolha imobiliária estourou, levando milhões a miséria. O que ocasionou o maior resgate estatal da história (Lembre-se, quem paga a conta são os contribuintes). Como falei, toda está brincadeira estava alavancada em nível mundial e com isto, a bolha levou a maior parte dos mercados do mundo, também ao colapso. Mas afinal, por que contei está história? Contei por que todos os dados referentes à economia americana atualmente, mostram um novo ciclo de retração da economia (Escola Austríaca de Economia sobre os ciclos e crises econômicas: https://www.youtube.com/watch?v=qAjXH96IBmk). A elevação da taxa de juros vista neste ano de 2017 é literalmente só a ponta do iceberg. Hoje a dívida americana superou os $ 20 trilhões de dólares (que equivalem a mais de 105% do PIB americano). Hoje eles possuem um déficit de $ 600 bilhões por ano. Isto sem citar Obamacare e os fundos estudantis falidos. Lembra lá de 2008? Então, o governo fez um mega resgate bancário com o dinheiro dos contribuintes (Imprimiu mais dinheiro através do processo de reservada fracionaria), injetando ainda mais dinheiro na economia, aumentou a dívida e estagnou os salários, ou seja, hoje a dívida além de ser muito maior que em 2008 ($ 13 trilhões de dólares), segurar um aumento dos juros com o intuito de controlar a inflação se tornou impossível. Se os salários não estão crescendo, como pagar a conta destes juros? Aliás, como bancar todo este déficit acumulado? A base para o caos é a mesma de 2008, só que muito pior e mais diversificada. Por fim, temos um catalisador importante de tudo isto. Um conflito em nível global. Sim, ele pode e provavelmente vai acontecer. Está sendo moldado há meses já e bem, isto basicamente pode catalisar e tornar exposto, todos estes pontos que apontei e de uma forma extremamente danosa a economia mundial. O colapso do sistema financeiro está para acontecer, mas fiquem calmos pessoal, temos Bitcoin e Ethereum.
Fraquezas * Pontos fracos As Fraquezas são também elementos internos à empresa, sob o controle, mas que trazem algum tipo de malefício ou desvantagem para o negócio. Analisando no sentido interno, o principal ponto que pode influenciar para que todo o modelo de negócio e toda a visão e planejamento em torno dele não funcione, não dê certo. Seria eu estar errado. Se todas as minhas analises em relação ao que é a tecnologia blockchain estiverem erradas, caso o Bitcoin seja realmente como diz o mainstream: Uma bolha. Ou mesmo se a mineração se provar um negócio ineficiente por quaisquer motivos. Provavelmente tudo que planejamos não dará certo, ficando evidente provavelmente já nos primeiros meses as falhas e prejuízos. Outro ponto importante de se destacar é a possibilidade de o modelo de negócios, nos moldes em que será apresentado, não cativar os investidores no sentido destes, não acharem viável e lucrativo investir no negócio. Caso isto se torne realidade, teremos grandes problemas em estruturar o projeto e torna-lo rentável. O que pode inclusive, inviabilizar sua execução ou trazer problemas de liquidez no futuro. Principalmente durante o período de 2017- 2019, onde estaremos iniciando nossas operações e estruturando o negócio, seja em relação à compra de equipamentos, poder de mineração e divisão de lucros; a estabilidade financeira será fundamental. Neste ponto, caso tenhamos no período, ocorrências de emergências com investidores da EXL Capital, poderemos ter primeiramente um problema de logística, com o alto fluxo de recursos saindo do caixa. Na sequência, de liquidez, no sentido de que teremos que arcar com taxas mais elevadas em um caso de saque emergencial (Em momentos de estresse no mercado) o que pode inclusive inviabilizar a consolidação do Ether Project já que todo estudo é baseado em uma determinada quantidade de investimento inicial escalonado. Isto por que os recursos hoje em posse da EXL Capital serão a base financeira para consolidação do Ether Project. À medida que ocorram saques de grandes proporções, não teremos mais estes recursos em nosso domínio em um momento critico. Conforme o escopo operacional, teremos uma divisão de funções e responsabilidades muito específica. Com isto, em partes estaremos também, ampliando a margem de erros, mais expostos aos riscos por assim dizer. Já que individualmente, cada um de nós pode cometer erros em suas funções, ou mesmo, agir de má fé em relação ao negócio. Ocorrências em que lançamentos forem efetuados indevidamente no Zero Paper (Nosso sistema de Gestão ERP) ou mesmo uma determinada ação que seja feita com imperícia, negligência ou má fé; pode causar danos financeiros e/ou estruturais ao negócio e estes são ampliados à medida que existem mais pessoas envolvidas no processo. Entende-se por imperícia a falta de habilidade ou experiência reputada necessária para a realização de certas atividades. Negligencia: falta de cuidado, de atenção; desleixo, e desinteresse na execução do ato. Assim como má fé: ação maldosa, conscientemente praticada, com o intuito de se beneficiar em prejuízo de outrem. Por fim, ainda avaliando o projeto em etapa de estruturação, uma ocorrência onde algum dos membros da equipe gestora (CEO, CFO e Equipe operacional), sobretudo; em que haja um acidente, um mal estar elevado ou mesmo o óbito, pode afetar o projeto de forma catastrófica. Seja por uma necessidade de resgate emergencial por parte dos investidores, que conforme apontado acima, neste ponto de estruturação se faz fundamental a estabilidade financeira; seja pela ausência em suas funções (membros da equipe gestora), por longos períodos em decorrência de problemas de saúde, o que pode comprometer o operacional do projeto.
Ameaças* Pontos fracos Ameaças são situações externas à empresa, aos quais não há controle direto, e que podem afetar negativamente no negócio. Agora analisando o cenário externo, na mesma linha de raciocínio aplicada na análise de nossas fraquezas, temos como principal ameaça o caso de todos os economistas, especialistas em investimentos, em tecnologia e acadêmicos que hoje são entusiastas do mundo cripto, estarem errados. Se por quaisquer motivos suas análises estiverem incorretas ou forem de má fé, muito provavelmente toda a base que fundamenta a superioridade destas tecnologias em relação às atuais estará comprometida, se provará sem sentido e, portanto, não obteremos sucesso em nossos negócios. (Análise pessimista: https://www.youtube.com/watch?v=jGFSPAoHkBc). Neste sentido, segundo análises de investidores mais pessimistas, o blockchain veio para ficar. Como tecnologia é algo impossível de deter no sentido de expansão da aplicabilidade da tecnologia e realmente é algo muito bom, contudo, já seu uso em criptomoedas, estes já não são tão confiantes. A base argumentativa é de que o Bitcoin, por exemplo, (Serve para as demais Altcoins) não possui valor agregado suficiente para determinar o seu preço atual, além de segundo estes, “acreditar que as criptomoedas vão substituir o sistema financeiro atual não passa de um sonho”. A vertiginosa subida dos valores não seria, portanto, embasada em fundamentos o que por sua vez, irá levar ao colapso de seus preços, assustando investidores e dando fim ao império do Bitcoin. Outro ponto externo que pode influenciar sensivelmente o projeto é a ocorrência de algum desastre envolvendo as mineradoras onde efetuamos algum tipo de investimento. Este desastre poderia ocorrer devido ao fechamento da mineradora, queda vertiginosa do nível de produção da cloudminer, a mineradora se provar um esquema de pirâmide e seu site sair do ar, ou mesmo um conflito em larga escala que pode influenciar nas farms da mineradora em questão, como pode ocorrer, por exemplo, com a EOBOT que possui grande parte de suas fazendas de mineração na China. Um cisne negro é um evento imprevisível, impactante e que pode abalar as bases de quase tudo sobre o mundo. A lógica neste sentido, vale tanto positivamente quanto negativamente em relação ao nosso projeto. Caso aconteça algum evento nos próximos anos de grande magnitude, poderemos ter uma grande desvalorização de nossos ativos, aumento da dificuldade de mineração (Por exemplo, em caso de um conflito de larga escala onde muitos países “fechariam” suas internets impactando na dificuldade de mineração) ou mesmo algum tipo de regulamentação que seja negativa aos negócios. Neste sentido, poderíamos ver tanto uma grande variação positiva, quanto negativa. Outra ocorrência que temos que já de pronto nos preparar é no sentido de segurança. Hackers poderiam “em tese”, roubar ativos da EXL Capital através de infecção dos equipamentos que possuem dados de acesso às contas, assim como Whallets com plataforma em nuvem podem ter problemas de segurança e haver um roubo ou vazamento de informações. O mesmo também pode se tornar realidade fisicamente, ou seja, é possível que um ladrão roube ativos de Whallets físicas, sequestre ou coaja um dos investidores a fim de angariar informações que possam levá-lo a obter formas de roubar ativos ou coisas do tipo. Também é necessária atenção especial em relação a Antivírus, backup de informações, descentralização de acessos a fim de ter redundância e segurança ampliada já que, além daquilo apontado acima, equipamentos podem apresentar problemas técnicos de outras ordens que poderiam causar perda de informações ou de ativos. Todavia, ainda temos que avaliar constantemente a viabilidade do negócio no sentido de custo benefício. Ou seja, simplesmente se o negócio é lucrativo. Já que gradativamente os equipamentos depreciam sua capacidade de produção em relação à dificuldade de mineração, sendo assim, com o passar do tempo à mineração tem dificuldade ampliada, causando desgaste no nível de lucratividade em relação ao investimento inicial. Adaptar o modelo em POW ou POS é fundamental. Caso por quaisquer motivos o nível de dificuldade aumente sensivelmente, teremos problemas de produção e por consequência, de lucratividade, o que pode inviabilizar a continuidade das minerações. Isto pode acontecer inclusive, em decorrência das grandes mineradoras que monopolizam o negócio e conseguem por uma questão de demanda e por comprarem hardwares no atacado, uma produção muito maior (Em relação a custo vs beneficio) que pequenos investidores em relação aos valores investidos. Ações a serem feitas para potencializar o negócio O principal fator para o sucesso de um negócio é o fator humano. Nesta linha de raciocínio, temos uma boa equipe no sentido de expertise (conforme apontado acima) e que está, nutri um laço de confiança fundamental para estruturação do negócio em relação à oportunidade de mercado apresentada. Aproveitar a boa equipe, ampliar o laço de confiança, amplificar os conhecimentos no negócio de forma específica, buscar estabilidade financeira em todos os sentidos possíveis e, sobretudo, desenvolver formas de ampliar a visão do investidor sobre o negócio, cativá-lo e muní-lo de informação; é nossa missão fundamental. Isto serve de base para todas as demais ações que viermos a efetuar. Operacionalmente iremos adaptar, corrigir e melhorar no passar dos meses, o nosso escopo operacional, deixando este o mais simples possível no sentido de execução. O mais rentável possível no sentido de escolher os melhores ativos a minerar ou comprar, através de análises e acompanhamentos, diversificar investimentos, adaptar e ampliar formas de captação de criptomoedas (Site, Faucets, Bônus e afins), efetuar a compra nos pontos estratégicos e acompanhar constantemente os níveis de produção, afim de sempre reduzir custos e aumentar produtividade. Aproveitando sempre também, a volatilidade do mercado. Em relação à questão financeira, o foco principal da EXL Capital nos próximos 24 meses é estruturar o negócio. Por este motivo, a estabilidade financeira será perseguida como meta fundamental. Evitar saques, escolher os melhores fornecedores com as melhores taxas possíveis, efetuar uma gestão administrativa responsável e proativa, capitalizar e investir em equipamentos para nos dar margem de produção, capital de giro e estruturação do capital próprio da empresa. Para tanto, o CEO e o CFO irão constantemente buscar ferramentas e procedimentos (juntamente com a área operacional e de auditoria), que estrategicamente nos auxilie em relação a está meta. Conforme já apontado, o nosso principal desafio na verdade, é em relação a nossas próprias convicções. O maior desafio e ponto de oportunidade da EXL Capital é na verdade a consolidação daquilo que acreditamos e analisamos, na realidade, nos próximos anos. Caso isto se configure como algo real, o negócio será bem sucedido se bem administrado. Provado que tais fundamentos não possuem base e que os pessimistas estão certos, teremos muitos problemas. Só o tempo nos dirá. Contudo, podemos nos preparar. E devemos, portanto, acompanhar constantemente a evolução do mercado, validar as informações sobre a tecnologia, acompanhar a capitalização, segurança de nossos ativos e informações de forma geral; potencial daquilo que é desenvolvido em Cripto, diversificar, criar rotinas de acompanhamento de risco, de gestão eficiente, de alocação de recursos e tomar as melhores decisões possíveis dentro daquilo que a realidade nos ofertar. Mesmo que a melhor decisão seja por ventura, encerrar as operações. Se aprendi algo em relação a investimentos é que a confiança das pessoas determina o preço das coisas e que não existe e nem nunca vai existir, nenhum bom investimento em que você tenha a certeza de que ele é bom antes dele se valorizar. No momento em que há esta certeza, já não há mais a oportunidade, já aconteceu. O que deixa um investidor na frente em relação ao mercado é como ele equilibra a sua ação ao efetuar um investimento, o seu instinto, o seu estômago de se expor ao risco, mas o quão conservador ele é também, em relação ao gerenciamento deste risco. Ou seja, é fundamentalmente necessário ser corajoso, mas ao mesmo tempo, ser responsável e racional. Sem estes elementos, não há como ter sucesso em um investimento. Muita gente quando falo hoje em criptomoedas, já vê em mim um faraó (Alguém que vai influenciar a pessoa a fazer parte de algum esquema de pirâmide financeira) ou então, enxergam em criptomoedas, uma nova bolha. Claro que a desinformação e pessimismo ajudam nesta visão, principalmente em um mundo onde as pessoas majoritariamente se aproveitam umas das outras. O tempo irá mudar e é fundamental escrever tudo isto, passar para o papel uma ideia, antes que a realidade exponha quem afinal tem razão. Por este motivo, muitas pessoas não enxergam alguns pontos fundamentais de oportunidade em relação a ter criptomoedas e gostaria de expor três pontos importantes, inclusive para desmistificar um pouco a visão sobre o mercado financeiro: 1) A moeda é realmente sua, propriedade sua. 2) A rede financeira das criptomoedas não é controlada por um governo ou empresa privada. 3) É possível armazenamento da moeda de forma independente e muito mais segura que no sistema financeiro fiduciário.É muito importante que as pessoas entendam. Legalmente, o seu dinheiro quando está no banco não é seu, é do banco. Isto pode parecer bobo, mas não é. O que me impede de ir ao banco e pegar o meu dinheiro? Basicamente, o banco pode em certas circunstâncias simplesmente não te dar este dinheiro por que a partir do momento em que você deposita um dinheiro no banco, o banco deve este dinheiro a você, mas a propriedade do dinheiro já não é mais sua. Nada garante que ele lhe devolva isto. É diferente do caso de você deixar seu carro em um estacionamento, ali você está só usando o espaço, mas o carro continua sob sua propriedade. Com relação a dinheiro, é como se você ao depositar uma quantia, troca-se a propriedade do seu carro para o estacionamento e o estacionamento dissesse que só vai te devolver o seu carro se eles quiserem; se o estacionamento (banco) decidir que por determinadas circunstâncias não irá devolver o seu dinheiro, você não pode fazer absolutamente nada. E isto ocorre de tempos em tempos, principalmente diante de situações de crises econômicas, hiperinflação ou falência de bancos. Legalmente o dinheiro é propriedade do banco, devida a você. E por que depositar o seu dinheiro em um banco então? Primeiro que existem leis que tentam a todo custo, levar o seu dinheiro pro banco, em certos lugares na Europa, por exemplo, é proibido comprar coisas em dinheiro vivo depois de uma certa quantia. Em segundo lugar temos a inflação que corrompe o valor do dinheiro constantemente, se você deixar o seu dinheiro fora do banco por um bom tempo, ele será corroído automaticamente pela inflação. O Bitcoin para exemplificar o argumento, basicamente é um arquivo de dados extremamente seguro e inviolável, ou seja, não dá para falsificar um Bitcoin. E basicamente, o Bitcoin é seu, você pode armazená-lo e transportá-lo onde quiser sem ter que entregar a custódia. Isto se torna fundamental, por exemplo, na Venezuela ou Zimbábue onde há hiperinflação, crise econômica e controle governamental sobre as finanças das pessoas, as criptomoedas se tornam um ativo fundamental, literalmente, em questão de sobrevivência. (A segurança do Bitcoin pela força computacional https://www.youtube.com/watch?v=_dYXmqlzqg4&feature=youtu.be ). Temos que depositar nosso dinheiro no banco pelas razões que apresentei e simplesmente por que existem poderes centralizadores que controlam o dinheiro e claro, a emissão do dinheiro fiduciário. À medida que existem interesses privados que determinam isto, nada os impede de se beneficiarem, quem perde? Quem tem dinheiro no banco basicamente (Por que o Bitcoin é revolucionário: https://www.youtube.com/watch?v=fKFrVbVIggs ). Desde fundos de pensão até aquele que recebeu ontem o seu salário. Isto por que a cada dia que passa, mais dinheiro é impresso pelos bancos para financiar os seus próprios interesses e pagar suas contas malucas, o que desvaloriza o dinheiro das pessoas comuns, uma espécie de imposto oculto chamado inflação. (Venezuelanos começam a pesar dinheiro em vez de contar notas. Fonte UOL). Quando você tem uma moeda que não é criada por um grupo específico e sim administrada em questão de tecnologia, por um grupo descentralizado que tem o interesse de proteger o valor dela, significa que mais dela não será criada (O Bitcoin, por exemplo, possui uma replicação matemática da escassez do ouro, ou seja, é matematicamente e sistematicamente impossível criar mais do que 21 milhões de BTC, este será o numero máximo de Bitcoins que irão existir em toda a história: https://www.youtube.com/ assistir? v = 2JO7kyjtQh0). Como a moeda digital fica em sua propriedade, independente de governos ou corporações, você pode proteger melhor suas moedas, elas não podem ser facilmente confiscadas seja por banco ou mesmo pelo governo. Claro, você poderia ser roubado e extorquido em tese, mas a facilidade de locomoção, de alocação e de proteger o seu patrimônio é muito maior do que o sistema atual. O que é necessário para aplicarmos nosso plano de negócios com excelência? Pés no chão. Disciplina, muito estudo e dedicação no intuito de validar e revalidar tudo o que foi apontado aqui. É necessário conhecermos cada dia mais está tecnologia, sermos especialistas em blockchain, acompanhar todos os desenrolares da economia, política e principalmente, das contas públicas. Claro que podemos estar totalmente errados, só que quem disser isto, terá que explicar como tudo que eu disse não vai acontecer. No futuro quem sabe, a EXL irá desenvolver seu próprio sistema na Bitnation, funcionando de forma descentralizada. Não só uma empresa que investe no futuro, uma empresa do futuro. Erik Rodrigues Rosa Ferreira
submitted by exlcapital to exlcapital [link] [comments]

Poder de procesamiento en red de minería Bitcoin supera los 4 Exahash/segundo

https://criptonoticias.com/mineria/poder-procesamiento-red-mineria-bitcoin-4-exahash-segundo/
Bitcoin sigue creciendo a grandes pasos en este 2017 en muchos frentes y la actividad minera no podía ser la excepción a este fenómeno. Recientemente, la red superó la cifra de 4 Exahashes/segundo (EH/s) en cuanto al poder de procesamiento combinado de toda la minería de Bitcoin.
Desde inicios del año 2016, la red Bitcoin entró en la era del Exahash al superar la cifra; posteriormente, la actividad minera continuó su crecimiento de forma sorprendente y al momento de publicar esta nota el poder de procesamiento global es de 4,301,542,981 G/s (>4,3 EH/s) acorde al portal BitcoinWisdom. El crecimiento de este parámetro puede ser observado en la siguiente gráfica.

Poder de procesamiento global de la red Bitcoin. Gráfica: Blockchain.info
En la gráfica se observa la aceleración del crecimiento del hashrate total desde que entramos en el presente año. Esto claramente evidencia el creciente interés por la práctica de minería de bitcoins debido a los beneficios económicos que esta actividad genera.
Sobre este último punto, los mineros están ganando buenos dividendos en la actualidad no solo por bloques minados, sino también por los costos de comisiones por transacciones en la red Bitcoin, los cuales hoy son más altos que nunca antes y superan los 400.000 dólares diarios. Esta cifra, sumado a los más de 3 millones de dólares diarios por concepto de bloques minados, coloca a las ganancias de los mineros en un registro muy apetecible y que apunta a seguir creciendo.
UN NUEVO PRESENTE EN LA MINERÍA BITCOIN
A pesar de que los equipos mineros o ASICs de Bitcoin son equipos diseñados para procesar soluciones de solo un algoritmo muy especializado, vale destacar que el poder de procesamiento de la red minera global es una de las primeras en superar la escala de ‘Exa’, que indica que se procesan 1018 soluciones por segundo a un determinado algoritmo. En la actualidad no existen supercomputadoras que puedan procesar a estas velocidades, estando las más importantes aún en la escala del ‘Peta’ (1015 soluciones por segundo); y aunque esta comparación directa es en realidad bastante burda, nos puede dar una idea del gran poder de procesamiento que se invierte hoy día en la minería de bitcoins.
Por otro lado, la actividad minera ha venido cambiando de forma importante en los últimos meses, pasando de estar muy centralizada en los pools de minería ubicados en China, a repartirse en una proporción cada vez más distribuida en todo el mundo.

Distribución del poder de procesamiento entre los principales pools mineros. Gráfica Blockchain.info
Luego de las medidas anunciadas por el Banco Popular de China, que a la postre causaron la pérdida del dominio del Yuan Chino (CNY) ante el Yen Japonés (JPY) como la moneda fiat con mayor volumen de comercio en el mercado global de bitcoins, los pools mineros fueron perdiendo con mayor rapidez ciertas cuotas de poder de procesamiento que terminarían en manos de nuevos actores.
Otro aspecto importante ha sido la aparición de nuevos esquemas de distribución de ganancias en los pools mineros, los cuales antes simplemente repartían los dividendos por bloques minados, pero que ahora con el gran aumento del costo por transacciones, varios ofrecen distribuir también estas ganancias entre sus usuarios. Además, con el reciente debate sobre las opciones de escalabilidad de la red, las alternativas propuestas por Bitcoin Core y Bitcoin Unlimited también son razones para reorganizar la distribución del hashrate total debido a los cambios que varios grupos mineros han venido realizando para satisfacer demandas de sus usuarios.
En el campo de la fabricación de equipos mineros, Bitmain ha enfrentado ciertas acusaciones recientemente pero sigue manteniendo la ventaja en el mercado. Sin embargo la vuelta de otros fabricantes como Avalon y BW, han logrado también traer un aire fresco a este sector de la minería de bitcoins y prometer la apertura de un mercado más competitivo donde la innovación y calidad de los equipos sean los principales enfoques.
Leer más: https://criptonoticias.com/mineria/poder-procesamiento-red-mineria-bitcoin-4-exahash-segundo/#ixzz4gcXHsp17 Follow us: @CriptoNoticias on Twitter | CriptoNoticias on Facebook
submitted by sirpask to btces [link] [comments]

Guia de Segurança Básico para Bitcoin

Guia de Segurança Básico para Bitcoin
Olá, Este post é para lhe dar uma rápida introdução em segurança de Bitcoin. Enquanto ninguém pode garantir a você 100% de segurança, eu espero mitigar alguns dos problemas que você pode ter. Este é um “20% de esforço para conseguir 80% de segurança”.
Em primeiro lugar, você tem de determinar quanto dinheiro você quer investir em Bitcoin e quanto esforço você está disposto a colocar nisso. Se você está feliz em investir uns poucos dólares e não se importa em perdê-los, esta é uma abordagem a se adotar. Para todos os outros, vamos começar.
Força da Senha
Muitas vezes o quão seguro seu dinheiro está é determinado pela força de sua senha. Uma vez que no pior cenário nós estamos falando sobre alguém tentando invadir sua carteira, senhas online casuais são muito fracas. Senhas com menos de 10 caracteres são muito fracas. Palavras comuns ou frases são muito fracas. Adicionar um número ao final da senha é muito fraco.
Além disso, você pode considerar sua senha muito fraca se você:
Se você realmente quer uma senha forte:
Segurança da Carteira
Agora estamos chegando ao cerne das coisas. Há um grande número de carteiras [http://bitcoin.org/en/choose-your-wallet] disponíveis para guardar seus tão suados bitcoins. Se você tem uma quantia decente de moedas para guardar, você deve buscar softwares de carteiras - BitcoinQT, MultiBit, Armory ou Electrum. Eles são alguns dos melhores lugares para guardar seu dinheiro de forma segurança (uma vez que seu computador seja seguro também). Escolha um que você ache que melhor se adeque a vocvocê, instale-o e criptografe o arquivo de sua carteira com uma senha forte. Você deve fazer back-up de seu arquivo (a localização do arquivo é diferente para diferentes clientes, então você deve fazer alguma pesquisa para descobrir como achar aquele arquivo). Faça back-up em um CD, um USB seguro ou algo do tipo. O guarde em um lugar seguro. Se você perder esse arquivo, você perde seu dinheiro.
Uma palavra rápida sobre carteiras determinísticas [https://en.bitcoin.it/wiki/Deterministic_wallet]. Electrum e Armory permitem que você crie carteira de um “seed” (semente). Se você usar o mesmo “seed” depois, você pode recriar sua carteira em outras máquinas. Com determinadas carteiras, você só precisa manter o “seed” seguro para acessar seu dinheiro. Em comparação, nas carteiras tradicionais do BitcoinQT, cada endereço que você usar é randômico, o que significa que depois que você enviar entre 50 ou 100 transações de saída seus backups podem ficar obsoletos. Sempre mantenha back-up atualizado de tal arquivo carteira se possível.
Ok, às vezes você precisa ter seus Bitcoins quando deixa seu computador. Nesse caso, você deve procurar por carteiras online ou via mobile. Um exemplo para ambos é o Blockchain.info, mas existem outros para serem escolhidos. Uma regra de ouro para essas carteiras é não guardar nelas mais dinheiro do que você esteja disposto a perder. Elas são melhores usadas como uma forma conveniente de ter acesso ao seu dinheiro, mas não para guardar suas reservas.
O que ter em mente quando for usar carteiras online:
Armazenamento Frio (Cold Storage)
Às vezes você quer guardar seus bitcoins por um longo período de tempo em um lugar seguro. Isso é chamado de “cold storage”. Existem umas poucas maneiras de se fazer isso.
Em primeiro lugar, carteiras de papel [https://www.bitaddress.org/]. Eles são legais para dar pequenas quantias de bitcoin como presentes, mas também para armazenamento a longo termo se for usado propriamente. O que você precisa fazer é gerar e imprimi-los offline. Você pode salvar o link da página e a abrir offline, por exemplo. Se você for realmente paranoico, você os pode salvar como mídias de apenas leitura e os acessar de um computador diferente. Para armazenamentos realmente longos, use papeis especiais para arquivos.
Outra abordagem a se tomar é usar computadores separados para armazenar seu dinheiro que ficam a maior parte do tempo offline. Você pode facilmente comprar um velho laptop, formatá-lo, instalar nele o sistema operacional Linux e um cliente Bitcoin. Gere um endereço nessa máquina e envie seu dinheiro para ela através da sua carteira principal. Dependendo de quão paranoico você seja você pode conectar esse computador à internet depois para sincronizar suas informações com a rede Bitcoin e então desligue e deixe-o de lado em algum lugar seguro até que você precise dele.
Carteira na memória (Brain Wallets) Não. Essas não são para você. A não ser que você seja um programador em segurança consciente, essas não são para você. (Este tipo de carteira consiste em se guardar a senha da carteira na memória, logo caso a pessoa esqueça, morra ou fique incapacitada mentalmente, o dinheiro se perde)
Diversificando Manter todos os ovos em um só cesto nunca é algo bom. Você deve buscar diversificar alguns de seus ativos em Bitcoin para o caso de um de seus métodos de armazenamento falharem. Algumas formas para você diversificar:
Como não diversificar:
Aceitando pagamentos com segurança
Nós tratamos formas seguras de se armazenar dinheiro, agora uma nota rápida sobre pagamentos com bitcoins e sua segurança.
Em primeiro lugar, quando você estiver fazendo uma transação, pague suas taxas. Transações sem taxas podem levar uma eternidade para se propagarem, confirmarem e finalizarem. Isso pode gerar um monte de estresse, então, paga suas taxas.
Em segundo lugar, quando aceitar pagamentos altos em Bitcoin (digamos que você, de repente, deseje vender uma barra de ouro em Bitcoins), espere a confirmação de pelo menos uma dessas transações. Seis é o melhor, mas tendo pelo menos uma confirmação é muito melhor do que não ter nenhuma. Esse é a regra de ouro para os paranoicos (Eu não faria isso para transações casuais), mas talvez isso irá protegê-lo se você estiver lidando com pessoas suspeitas.
Resumindo… Isso deve servir para o básico. Se você quiser ler mais sobre segurança Bitcoin no geral, aqui está minha tese de mestrado no assunto[https://bitcointalk.org/index.php?topic=88149.0]. Um monte de perguntas sobre Bitcoin e segurança podem também ser respondidas no Bitcoin StackExchange [http://bitcoin.stackexchange.com/] – faça questão de dar uma olhada nele. Comentários e sugestões são bem vindos.
Traduzido por: Sarah Alexandre Original em: http://www.reddit.com/Bitcoin/comments/1pxy4w/basic_bitcoin_security_guide/
submitted by allex2501 to BrasilBitcoin [link] [comments]

Mineração de Bitcoin em Português Claro

Por David Perry
Meus leitores regulares provavelmente já devem estar cientes de que eu estou mais do que envolvido com o Bitcoin. Se você não sabe o que é Bitcoin – bem, primeiramente, você provavelmente está lendo o artigo errado, mas vá em frente e assista este vídeo (http://www.youtube.com/watch?v=Um63OQz3bjo) e você, provavelmente, se inteirará do assunto. Um dos pontos mais comumente confusos para os novos Bitcoiners é o conceito de mineração (http://www.weusecoins.com/en/mining-guide). A maioria dos novatos em Bitcoin não consegue ter uma boa compreensão do conceito e praticamente todo artigo sobre o assunto (incluindo este) vai preveni-lo que o assunto é altamente técnico e não é para os fracos de coração.
E ainda, o tópico sobre mineração parece ser a fonte da maioria das perguntas sempre que eu converso com alguém sobre Bitcoin – e por que seria diferente? Ele é o mecanismo pelo qual a moeda é emitida, e emissão é um tópico de importante compreensão se você for usar e confiar em uma moeda; e o mecanismo de emissão do Bitcoin é, infelizmente, bastante complexo e técnico. Este artigo irá tentar quase o impossível: uma minuciosa explicação sobre como funciona a mineração, mas sem qualquer um dos detalhes específicos que podem assustar os leigos na sala.
Agora eu vou tentar meu máximo para evitar termos técnicos, mas existem alguns conceitos e termos fundamentais que são absolutamente vitais de entender se você quiser quebrar a cabeça minerando. Eu vou reduzi-los ao mínimo e explicá-los da forma mais simples possível.
Então o conceito básico de mineração de Bitcoin é que há um pequeno pacote de cada bloco onde estão contidos dados aleatórios e sem sentido, e mineradores de Bitcoin pegam todos os dados do bloco atual, embaralham esse pacote aleatório e calculam o hash da coisa toda. Lembre que enquanto hashes são fáceis de reproduzir, eles são impossíveis de prever e parecem funcionar de forma randômica, então o minerador não tem uma forma de prever qual pacote de dados aleatórios vai produzir o hash “vencedor”, ele pode apenas permanecer convertendo aquele pacote até obter o resultado que ele está procurando. Eventualmente, alguns mineradores acham em algum lugar um pacote de dados aleatórios que produz um hash que é menor que um determinado valor, o qual é determinado pela dificuldade, e submetem esse bloco acompanhado de seu hash à rede Bitcoin. Uma vez que a rede confirme que a solução está correta, o minerador é recompensado com um número de Bitcoins.
O número de Bitcoins na recompensa depende de determinado número de fatores. Há uma recompensa base incluída em cada bloco para encorajar a atividade de mineração enquanto o Bitcoin ainda está nos estágios iniciais – atualmente a recompensa é de 50 bitcoins, mas de vez em quando a recompensa é cortada ao meio até eventualmente chegar a zero. Algumas transações cobram uma taxa de transação, que também vai para os mineradores. Futuramente essas taxas de transação serão a única recompensa pela mineração, mas a esperança é que nesse período haverá transações suficientes (e, portanto, taxas suficientes) para fazê-la valer a pena.
Bem no início, o número de mineradores e a qualidade de seus equipamentos era tão baixa que o que eu descrevi acima era tudo o que existia: um punhado de computadores domésticos fazendo um monte de cálculos matemáticos na máxima velocidade e a maioria deles conseguia alguns milhares de Bitcoins a cada dia. Hoje, entretanto, já existem tantos mineradores e seus equipamentos são tão mais rápidos que U$ 1000 em equipamento para mineração iria gastar entre dois a três meses trabalhando antes de conseguir resolver o primeiro bloco. Algo precisava ser feito.
Grupos de mineração surgiram para resolver este problema. O conceito é simples: Um punhado de mineradores trabalham juntos para resolver blocos e quando o grupo resolve um, eles dividem seus ganhos da forma que acharem mais justa. Existem, é claro, divergências entre os grupos sobre qual a melhor forma de dividir os lucros, mas esta discussão bastante técnica é para outro artigo.
Estes são os mecanismos básicos, mas existem algumas coisas importantes que podem não ter ficado óbvias à primeira vista
Se algo não está claro ou se você acha que há algo que valha a pena ser acrescentado, deixe-me saber nos comentários e eu farei meu melhor para deixar todos felizes!
Atualização: Este post tem ganhado muita atenção ultimamente e eu tenho sido inundado de comentários com variações da mesma pergunta: “Para qual propósito serve a mineração?”.
A resposta é dupla:
Distribuir moedas é uma tarefa fácil se você tem uma autoridade central – essa autoridade simplesmente imprime algum dinheiro e decide para quem dá-lo. Quando você não tem uma autoridade central e você não quer nenhum idiota imprimindo toneladas de moeda a vontade e destruindo seu suprimento de moedas com inflação, você tem alguns problemas complicados para resolver. Mineração resolve esse problema ao incluir um difícil problema de “proof-of-work” em cada protocolo do Bitcoin para o qual a recompensa é uma unidade de moeda.
Essa é a parte da explicação que fica longa e complicada – realmente longa e complicada. É a toca do coelho e mais um pouco, mas se você está disposto a descer por esse buraco do coelho, o melhor lugar para começar é provavelmente este post (http://www.mail-archive.com/[email protected]/msg09997.html) do criador do Bitcoin Satoshi Nakamoto. Para uma explicação mais generalizada, eu recomento o artigo da Wikipedia (http://en.wikipedia.org/wiki/Proof-of-work_system) sobre sistemas de “proof-of-work”. A versão curta da explicação: é um método para resolver transações conflitantes e prevenir gastos duplos. Texto de origem http://codinginmysleep.com/bitcoin-mining-in-plain-english/
Tradução por: Sarah Alexandre
submitted by allex2501 to BrasilBitcoin [link] [comments]

Após mais de 6 anos, criação da moeda virtual bitcoin ainda envolve enigma NATHANIEL POPPER DO "NEW YORK TIMES"

É um dos grandes mistérios da era digital.
A caçada por Satoshi Nakamoto, o esquivo criador do bitcoin, cativou até mesmo aqueles que acreditam que a moeda virtual é uma espécie de esquema de pirâmide on-line. Um emaranhado de fatos resultou no surgimento de uma lenda: alguém usando o nome Satoshi Nakamoto lançou o software do bitcoin no começo de 2009 e se comunicava com os usuários da moeda nascente por meio de e-mails –mas nunca por telefone ou em pessoa.
Depois, em 2011, no exato momento em que a tecnologia começou a atrair atenção mais ampla, os e-mails cessaram. De repente, Satoshi sumiu, mas as histórias sobre ele não pararam de crescer.
Ao longo dos últimos 12 meses, venho trabalhando em um livro sobre a história do bitcoin, e é difícil não me deixar atrair pela charada quase mística da identidade de Satoshi Nakamoto. Quando eu estava começando minhas pesquisas, a revista "Newsweek" ganhou atenção com uma reportagem de capa, em março de 2014, na qual alegava que Satoshi era um engenheiro desempregado, de mais de 60 anos, que vivia em um subúrbio de Los Angeles.
Um dia depois de publicada a reportagem, porém, a maior parte das pessoas que conhece bem o bitcoin já havia concluído que a revista tinha apontado o homem errado.
Muitas pessoas na comunidade do bitcoin me disseram que, em deferência ao claro desejo de privacidade do criador da moeda virtual, não queriam ver o mago desmascarado. Mas mesmo entre aqueles que fizeram essa afirmação, poucos conseguiam resistir a um debate sobre as pistas deixadas pelo fundador.
O POSSÍVEL HOMEM
Ao participar dessas conversas com os programadores e empreendedores mais profundamente envolvidos com o bitcoin, encontrei uma crença silenciosa, mas profundamente enraizada de que boa parte dos indícios mais convincentes aponta para um norte-americano recluso de ascendência húngara chamado Nick Szabo.
Szabo é um mistério quase tão grande quanto Satoshi. Mas no curso de meu trabalho de reportagem comecei a levantar novos indícios que me envolveram ainda mais nessa busca, e cheguei até a participar de um raro encontro pessoal com Szabo, em um evento privado reunindo os principais programadores e empreendedores do bitcoin.
No evento, Szabo negou que fosse Satoshi, como o vem negando consistentemente em suas comunicações eletrônicas. Mas ele reconheceu que seu histórico deixava pouca dúvida de que era parte do pequeno grupo de pessoas que, ao longo de décadas, trabalhando às vezes cooperativamente e às vezes em competição, lançaram as fundações para o bitcoin. E criaram muitos dos componentes posteriormente integrados à moeda virtual.
A mais notável contribuição de Szabo foi um predecessor do bitcoin chamado "bit gold", que atingia muitos dos mesmos objetivos da moeda virtual e usava ferramentas semelhantes de matemática avançada e criptografia.
Pode ser impossível provar a identidade de Satoshi até que a pessoa (ou pessoas) que se ocultam por trás da cortina do bitcoin decida se apresentar e prove controlar as velhas contas de comunicação eletrônica de Satoshi.
A essa altura, a identidade do criador já não é importante para o futuro do bitcoin. Desde que Satoshi deixou de contribuir para o projeto, em 2011, a maior parte do código de fonte aberta da moeda virtual foi reescrito por um grupo de programadores cujas identidades são conhecidas.
A CRIAÇÃO
Mas a história de Szabo oferece percepções sobre alguns elementos frequentemente incompreendidos na criação do bitcoin. O software não veio do nada, como se presume ocasionalmente, mas, em vez disso, se baseou em ideias de múltiplas pessoas desenvolvidas ao longo de décadas.
A história do bitcoin envolve mais que simples curiosidade. O software veio a ser encarado em círculos acadêmicos e financeiros como um significativo avanço na ciência da computação, que pode mudar a maneira pela qual o dinheiro funciona e é movimentado. Recentemente, bancos como o Goldman Sachs deram os primeiros passos em direção a adotar a tecnologia.
Szabo manteve seu discreto envolvimento com o projeto. No início de 2014, ele começou a trabalhar para a Vaurum, uma start-up (empresa iniciante de tecnologia) relacionada ao bitcoin e sediada em Palo Alto, Califórnia.
A companhia vinha operando discretamente e seu objetivo era criar um mercado melhor para o bitcoin. Depois de sua chegada, Szabo ajudou a reorientar a empresa a fim de explorar a capacidade do bitcoin para operar com os chamados contratos inteligentes, que permitem transações financeiras autoexecutadas.
Depois que Szabo levou a empresa a tomar essa nova direção, seu nome mudou para Mirror, e ela recentemente levantou US$ 12,5 milhões em capital junto a grupos de capital de risco. A companhia não quis comentar para este artigo.
O papel de Szabo na Vaurum precisava ser mantido em segredo devido ao desejo de privacidade dele. Szabo acabou deixando a empresa no final de 2014, nervoso com a exposição pública, disseram pessoas informadas sobre as operações da companhia. Enquanto esteve lá, porém, o elenco de competências e de conhecimentos de que ele dispunha levou muitos colegas a concluir que Szabo muito provavelmente esteve envolvido na criação do bitcoin, mesmo que não tenha feito o trabalho sozinho.
O ENCONTRO
Fui apresentado a Szabo, um sujeito grandão e barbado, em um evento de bitcoin no lago Tahoe, na casa de férias de Dan Morehead, ex-executivo do Goldman Sachs e atual proprietário da Pantera Capital, uma empresa de investimento cujo foco é o bitcoin. Na época, Szabo trabalhava para a Vaurum. Morehead e os outros executivos de fundos de hedge presentes todos usavam mocassins e jeans de corte fino. Szabo exibia a calvície incipiente por entre os cabelos ruivos já se tornando grisalhos, calçava tênis velhos e usava uma camisa listrada para fora da calça.
Ele não estava participando das rodas de conversa, e consegui encurralá-lo na cozinha na hora dos coquetéis. Ele se mostrou notavelmente reservado e contornou perguntas sobre onde vivia e trabalhava, mas ficou irritado quando citei o que se diz sobre ele na Internet –por exemplo, que ele é professor de direito na Universidade George Washington– e sobre a possibilidade de que seja o criador do bitcoin.
"Bem, direi o seguinte, na esperança de estabelecer o histórico", ele comentou, em tom ácido. "Não sou Satoshi e não sou professor universitário. Na verdade, nunca fui professor universitário."
A conversa se tornou menos acalorada quando lhe perguntei sobre as origens dos muitos complicados componentes de código e criptografia usados para o software do bitcoin, e sobre o pequeno número de pessoas que teriam os conhecimentos necessários a unir essas peças.
Quando questionado se acreditava que Satoshi conhecia seu trabalho, Szabo disse entender por que havia tanta especulação quanto ao seu papel no processo. "Tudo que digo é que existem muitos paralelos, e isso parece engraçado, para mim e para outras pessoas."
O jantar começou, interrompendo a conversa, e não tive nova oportunidade de falar com Szabo.
Quando troquei e-mails com ele, Szabo repetiu sua negativa. "Como já declarei muitas vezes, essas especulações todas são lisonjeiras, mas erradas –não sou Satoshi."
PUNKS
Muitos dos conceitos centrais para o bitcoin foram desenvolvidos em uma comunidade on-line conhecida como Cypherpunks, uma organização frouxamente conectada de ativistas da privacidade digital. Como parte de sua missão, eles decidiram criar um dinheiro virtual que pudesse ser tão anônimo quanto o dinheiro físico. Szabo era membro da comunidade e em 1993 escreveu uma mensagem aos demais cypherpunks descrevendo as diversas motivações dos participantes de uma reunião do grupo que acabava de acontecer.
Algumas das pessoas, ele escreveu, "são libertários que querem excluir o governo de suas vidas, outras são progressistas que lutam contra a NSA [Agência Nacional de Segurança norte-americana], outras ainda se divertem ao incomodar os poderosos com hacks bacanas".
Szabo tinha uma mentalidade libertária. O que o atraía nessas ideias, ele me disse, era em parte relacionado ao seu pai, que combateu os comunistas na Hungria nos anos 50 antes de se assentar nos Estados Unidos, onde Szabo nasceu há 51 anos. Criado no Estado de Washington, Szabo estudou ciência da computação na Universidade de Washington.
Diversas experiências com dinheiro digital foram conduzidas nas listas do Cypherpunks nos anos 1990. O pesquisador britânico Adam Back criou o hashcash, mais tarde um dos componentes centrais do bitcoin. Outro projeto, chamado money, foi criado por Wei Dai, um engenheiro de computação muito zeloso de sua privacidade.
Quando nenhuma dessas experiências decolou, muitos dos participantes do grupo perderam o interesse pelo assunto. Mas não Szabo. Ele trabalhou seis meses como consultor para uma companhia chamada DigiCash, de acordo com um post em seu blog. Em 1998, enviou uma descrição genérica de seu projeto de dinheiro virtual, o bit gold, a um pequeno grupo de pessoas ainda interessadas na ideia, como Daí e Hal Finney, programador em Santa Barbara, Califórnia, que tentou criar uma versão de uso prático para a moeda.
O conceito do bit gold era bem parecido com o do bitcoin. Incluía um token digital escasso, como o ouro, que podia ser enviado eletronicamente sem a necessidade de passar por uma autoridade central, por exemplo um banco.
Esse histórico aponta para o papel importante que Szabo e diversos outros pesquisadores desempenharam na criação dos blocos básicos de construção do bitcoin. Quando o estudo no qual Satoshi Nakamoto descrevia o bitcoin foi publicado, em 2008, ele citava o hashcash, de Back. As primeiras pessoas com quem Satoshi fez contato privado por e-mail foram Back e Dai, dizem os dois. E Finney, que morreu recentemente, ajudou Satoshi a melhorar o software do bitcoin no final de 2008, antes que ele fosse publicamente lançado, de acordo com e-mails que me foram encaminhados por Finney e sua família.
Foram as atividades de Szabo em 2008, logo que o bitcoin emergiu, no entanto, que geraram boa parte das suspeitas sobre seu papel no projeto. No segundo trimestre daquele ano, antes que qualquer pessoa tivesse ouvido falar de Satoshi Nakamoto e do bitcoin, Szabo retomou a ideia do bit gold em seu blog e em conversas on-line sobre uma versão viva da moeda virtual; ele perguntou aos leitores: "Alguém quer me ajudar com o código?"
Depois do surgimento do bitcoin, Szabo alterou a data de seu post. Com a mudança, o post parecia ter sido publicado depois que o bitcoin foi lançado,como mostram versões de arquivo do blog.
Os escritos de Szabo sobre o bit gold, na época, contêm muitos paralelos notáveis com a descrição do bitcoin por Satoshi, o que inclui formulações semelhantes e até maneirismos comuns de escrita. Em 2014, pesquisadores da Universidade de Aston, Inglaterra, compararam as escritas de diversas pessoas suspeitas de serem Satoshi e constataram que nenhuma era tão compatível quanto a de Szabo. A semelhança era "perturbadora", de acordo com Jack Grieve, o professor que comandou o projeto.
Quando li os escritos de Szabo on-line, se tornou óbvio que, nos 12 meses anteriores ao surgimento de Satoshi e lançamento do bitcoin, Szabo estava de novo pensando a sério sobre o dinheiro digital.
Ele escreveu com frequência, ao longo de diversos meses, sobre os conceitos envolvidos no dinheiro digital, incluindo os tais contratos inteligentes, um conceito tão especializado que Szabo muitas vezes recebe crédito pela invenção do termo.
LIBERDADE
O blog de Szabo explicava por que ele estava examinando essas questões de maneira tão apaixonada: a crise financeira mundial que estava em curso lhe sugeria que o sistema monetário estava quebrado e requeria substituição.
"Para aqueles que amam nossas liberdades, passadas e futuras, a hora de atacar é agora", escreveu Szabo em seu blog no final de 2007, ao endossar a campanha do libertário Rand Paul pela indicação presidencial republicana, em parte por conta das visões de Paul sobre o sistema financeiro.
Para muitos observadores do bitcoin, tão notável quanto os escritos de Szabo no período é seu silêncio depois do surgimento do bitcoin em outubro de 2008. Afinal, a moeda virtual era uma experiência quanto a tudo aquilo sobre o que ele vinha escrevendo há anos. Ao contrário de Daí, Finney e Back, Szabo não liberou mensagens recebidas de Satoshi no período ou admitiu ter se comunicado com ele.
Szabo fez uma primeira menção passageira ao bitcoin em seu blog na metade de 2009, e em 2011, quando a moeda ainda estava lutando para ganhar empuxo, escreveu sobre ela de novo, mais extensamente, mencionando as semelhanças entre bitcoin e bit gold. Ele reconheceu que pouca gente teria o conhecimento e o instinto requeridos para criar qualquer das duas moedas.
"Eu, Wei Dai e Hal Finney éramos as únicas pessoas que conheço que gostavam da ideia [no caso de Daí, de sua ideia correlata] o bastante para levá-la adiante de forma significativa, até que surgisse Nakamoto (presumindo que Nakamoto não seja Finney ou Dai)", escreveu Szabo.
Quem quer que ele seja, o verdadeiro Satoshi Nakamoto tem bons e múltiplos motivos para querer ficar anônimo. Talvez o mais óbvio seja o potencial perigo. O pesquisador argentino Sergio Demian Lerner concluiu que Satoshi Nakamoto muito provavelmente recebeu quase um milhão de bitcoins no primeiro ano de operação do novo sistema. Já que um bitcoin vale cerca de US$ 240, esse saldo teria valor superior a mais de US$ 200 milhões. E isso bastaria para transformar Satoshi em alvo.
submitted by brasilbitcoin to BrasilBitcoin [link] [comments]

BITCOIN - PORQUE VALE APENA INVESTIR EM CRIPTOMOEDAS?  RODRIGO MIRANDA FREE Bitcoins! Claim every 7 seconds! (One Cash) - YouTube TOP 5 BILLETERAS para BITCOIN en CUBA - LAS MEJORES ... BILLETERAS CRIPTO [SEGURAS🔑] - MEJORES WALLETs PARA ... Urgente: Bitcoin listo para explotar por estos 4 ...

O vale-presente deve ter saldo suficiente. Para saber mais, confira nosso grande artigo sobre as especificidades de negociar com vales-presente. Negociar Pesquisar uma oferta. O primeiro passo para comprar bitcoin com vales-presente é buscar uma oferta que aceite o tipo de seu vale-presente. Você também precisa inserir o valor em bitcoins ... Hoje, há mais de 1,4 milhão de investidores de Bitcoin no Brasil, segundo informações da Atlas Quantum. E o VP da empresa acredita que há espaço para crescer essa base. “Como vamos aumentar a acessibilidade [com o vale-presente], acredito em um potencial de 3 milhões”, disse o executivo. A Coinbase está lançando um vale-presente carregável com criptomoedas e aceito por grandes varejistas. O projeto é resultado da parceria com a WeGift, uma startup de Londres. O cartão poderá ser utilizado em compras na Amazon, Tesco, Nike e Uber, por exemplo. A exchange explica que os usuários não terão que pagar a taxa de transferência da corretora […] Vale-presente na blockchain é lançado pelo maior especialista nesse setor do Japão O provedor de rede blockchain Aelf fez uma parceria com a maior plataforma de cartões-presente do Japão, a Amaten, para emitir vales-presente tokenizados. Os vales-presente da Amazon.com* nunca expiram e podem ser resgatados para fazer compras por entre milhões de produtos em www.amazon.com. Como? O Bitrefill permite que você compre vales e vouchers da Amazon com Bitcoin, que podem ser resgatados na Amazon.com. Uma vez que seu saldo Amazon foi creditado você está pronto para comprar!

[index] [10696] [3263] [7243] [6404] [9564] [7564] [1933] [3787] [6561] [3895]

BITCOIN - PORQUE VALE APENA INVESTIR EM CRIPTOMOEDAS? RODRIGO MIRANDA

QUE BILLETERAS O WALLETS PARA CRIPTOMONEDAS SON LAS MEJORES? En este video compartimos las mejores wallets para bitcoin y otras criptomonedas, tanto wallets ... Bem vindo ao Canal. Aqui você encontrará aplicativos para ganhar diamantes Free fire gemas PUBG Bitcoin Satoshi gift card google play gift card PayPal gift c... Fala galera, bem vindo ao canal Eric Michael Tutoriais. O canal foi criado dia 16/05/2016 com o intuito de compartilhar informações e conhecimentos sobre um ... TOP 5 Aplicativos de Carteiras para Bitcoin 🎓 - Duration: 10:23. CriptoFácil 23,100 views. 10:23. Vale a Pena Investir Em Bitcoins em 2018? Ou comprar outras criptomoedas? Bem vindo ao Canal. Aqui você encontrará aplicativos para ganhar diamantes Free fire gemas PUBG Bitcoin Satoshi gift card google play gift card PayPal gift c...

http://forex-viethnam.scuttertolibpork.tk